segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Chupa essa mirra! Abaixo a idolatria Gospel!


 Como outrora aconteceu nos tempos de Ezequias ,também está acontecendo em nossos dias. E essas palavras do Rodolfo Abrantes vieram igual um jab no queixo da gospeldade! Tempos de Ezequias? Explico! Para entendermos devemos remontar o cenário vetero-testamentário com nosso nobre e manso amigo Moisés: 

Números 21

 4 Partiram eles do monte Hor pelo caminho do mar Vermelho, para contornarem a terra de Edom. Mas o povo ficou impaciente no caminho 5 e falou contra Deus e contra Moisés, dizendo: "Por que vocês nos tiraram do Egito para morrermos no deserto? Não há pão! Não há água! E nós detestamos esta comida miserável!" 6 Então o Senhor enviou serpentes venenosas que morderam o povo, e muitos morreram. 7 O povo foi a Moisés e disse: "Pecamos quando falamos contra o Senhor e contra você. Ore pedindo ao Senhor que tire as serpentes do meio de nós". E Moisés orou pelo povo. 8 O Senhor disse a Moisés: "Faça uma serpente e coloque-a no alto de um poste; quem for mordido e olhar para ela viverá". 9 Moisés fez então uma serpente de bronze e a colocou num poste. Quando alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, permanecia vivo.

 Acreditam que depois de muuuuuitos anos, o povo israelita pegou essa mesma serpente de bronze, colocou um nome nela e começou a adorá-la? Pois é, aconteceu, vejam:

2 Reis 18:4

 Ele (Ezequias) tirou os altos, quebrou as estátuas, deitou abaixo os bosques, e fez em pedaços a serpente de metal que Moisés fizera; porquanto até àquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso, e lhe chamaram Neustã.


 Entenderam? O povo adorou a serpente de metal! No passado apenas um utensílio usado por Moisés, direcionado por Deus é claro, (diferente das rosas "ungidas" e outros apetrechos por aí, mas disso falaremos em outro post!)e procuraram colocar no lugar que só Deus deve ocupar, a adoração! Até que enfim Deus levanta Ezequias para destruir a serpente e acabar com a palhaçada!

 Traduzindo: pessoas que são apenas para ser instrumentos de Deus, estão sendo adorados. Legal um cara que é conhecido no meio evangélico tomar tal postura, sem se preocupar com o que iam pensar os irmãos do espaço geográfico no qual ele estava sapecando essa pérola!

 Que a igreja hodierna deixe de viver um "invãogelho teórico", a hora da metanoia chegou!

 "Metanoiando" e microscopicamente falando (João 3.30),

 pr. Walter Filho

 Ps.: Só faltou o Rodolfo dar um "stage diving" no final, aí ia ter um grand finale bacana!

Comente com o Facebook: