terça-feira, 31 de dezembro de 2013

ANDERSON SILVA E UM...TUBARÃO?!? O QUE ELES TEM EM COMUM?




Creio que meu caro, amado, obsequioso e auspicioso leitor, já deve ter passado por muitos blogs e páginas de redes socias (facebook mesmo oras!) e se deparado com muuuuuitas mensagens de "feliz ano novo", de "vamos refletir no que passou", e como eu confesso que sou um chato de carteirinha (não usei o termo "galochas" por que de fato não as tenho!), não quero de maneira nenhuma brindar o cálice de seus neurônios com mais uma mensagem adocicada sobre a data vindoura do dia de amanha (mais conhecido como ano novo), mas transcrevi algo que o Eterno ministrou em meu coração, e que contaminado pela "baianisse" fantásticas de meus amigos (Sheila Bastos, Lucas Silva, Pr. Luiz Carlos,Isaac Esdras...), fiz um ctrl+c e ctrl +v da conversa que tive com meu primo Elves Alves, per supuesto que com as devidas alterações para dar o sentido a prosa. Portanto decidi nas linhas que se seguem nadar contra a correnteza das mensagens de felicitações, e deixar o nobre leitor um poquito "grilado" e reflexivo sobre o ano vindouro.

Você quer que 2014 seja novo?
O que faz um ano realmente ser novo?
O ano de 2014 vai ter novamente 365 dias
12 meses,
Vai ter sol,
Chuva,
Noite,
Dia,
24 horas por dia,
Gente nascendo, gente vivendo,
Gente morrendo,
O que vai ter de novo em 2014?
Na verdade é mais uma celebração de coisas velhas que sempre acabam se repetindo,
Todos a quem Deus permitir passar para 2014 com vida, não serão novas pessoas.
Serão mais velhas!
Nem as pessoas serão novas.
O bebê que nascer dia 31/12/13,
Será um dia mais velho que antes
Nada de novo
Então, pergunto: Porque oramos sempre desejando um "ano novo"?
É possível isso acontecer?
Um ano realmente novo?
O que muitos fazem?
O ano que vem vai ser também aniversário de hábitos antigos!
De pecados antigos que continuam "se renovando".
De coisas podres na alma que farão aniversário.
Imagina cantando parabéns para a própria iniquidade?
♪♫ parabéns pra vc, nessa data sofrida..♪♫
A única coisa que pode mudar, se tem alguma, e te digo que tem, só se muda mediante a MORTE!
Por isso eu desejo a todos um 2014 cheio de MORTE!
Cheio de sangue!
Cheio de choro!
Para todos!
êbaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
Principalmente pra mim!
Morte do nosso eu!
Morte dos velhos habitos!
Morte de pecados repetidos que teimam em voltar,
Morto não volta!
Nada que morre na natureza, nenhuma substância volta! (só o bumerangue...botão piada infame, on!)
Se ainda essas coisas voltarem em 2014, a grande verdade é que não estão mortas coisa nenhuma.
Não existe morto vivo ou vivo morto.
Só no Walking dead.
Tem que acontecer uma chacina na igreja
Sangue tem que jorrar
Sangue de Cristo sobre a vida dos pecadores!
Então na verdade não devemos desejar um ano novo
Isso é impossivel!
Mas devemos desejar hábitos novos!
Desejar a nossa própria morte
Para o NOVO homem que se RENOVA venha realmente aparecer,
Um amigo me disse:
"temos de lançar o caixão com o velho homem dentro no mar do esquecimento"
Já eu digo: cremar é melhor! Vai que essa desgraça ainda volta! (o "desgraça" foi pra te impedir de cochilar nessa leitura!)
Jogar a cinza no mar do esquecimento,
Todos precisamos passar por esse ofício fúnebre da própria carnalidade, funeral do ego, repito: TODOS!
Felizes são aqueles a quem Deus revela suas próprias misérias e é mergulhado no batismo da cruz
Esses são felizes mesmo!
Agora, aqueles que acham que não tem nada pra morrer em si...ai ai ai
Eu, voce, a igreja, tem que apanhar um pouco!
morrer na cruz com Jesus!

MORAL DA HISTÓRIA: Você topa desejar fazer o féretro de sua carnalidade, do velho homem que anda esmurrando a tampa do caixão? 

(  ) Oui!
(  ) Non!

Dependendo da importante resposta que der à sua consciência tenha um Feliz ano novo...ou como diria o Caetano Veloso..."ou não"!

Contra-culturalmente e microscopicamente hablando,

Pr. Walter Filho 

Ps.: O título e a imagem do tubarão foram propositais, o blog é meu e ponho o título e a imagem que eu quiser! (risos!) (se sentindo um "bad boy" aqui!) (rindo quilos agora!)

Comente com o Facebook: